sábado, 17 de março de 2012

O bancário, o beijo e o amasso

Acabo de chegar da casa do Bancário.
Quem é esse? Explicando...

Ontem fui trocar uma roupa no shopping e comprar os presentes do aniversário da minha irmã.
Tava descendo as escadas quando vejo o Bancário.

Bancário: Bonito, 45 anos (na verdade eu achava q tivesse 35), descolado.
Trocamos olhares. Percebi q ele tava me seguindo. Resolvi dar um Oi.
Dei o Oi. Bom papo, conversa interessante.
Bancário me pediu meu celular. Resolvi dar.
Ele me deu um toque e o tel. dele ficou registrado no meu.
Nos despedimos e fui pra casa.

Cheguei em casa e pensei nele.
Mandei msg sem esperança de retorno, mas ela veio. E outra. e outra.
Bora pro MSN.
Conversa bacana e a boa impressão só aumentando...

Hj fui pra facul resolver probleminhas com a orientadora.
Previsão de finalização de tudo: 11:30.
Resolvi mandar uma msg convidando para almoçar.
Ele topou.
Almoçamos e aí descobri a idade e o banco q o rapaz trabalhava.
Confesso q já tava doido pra bjar ele.

Saímos do restaurante, ele acende um cigarro e vamos andando.
No meio do caminho uma revelação:
- Bancário: Então, adoro fazer amigos e aqui na cidade não tenho muitos...
- Prisioneiro: Bem, podemos ser amigos... Adoro fazer amizades tb!
- Bancário: Que bom! Então, acho q ontem não te falei, mas eu tô de rolo com um carinha aí.
PAUSA MEU MUNDO CAIU, RUIU E DESMORONOU.
- Prisioneiro: Bem, isso é ruim, né? Vc podia ter me contado no MSN...
- Bancário: Eu sei... Fiz errado, mas é q o papo tava bom e eu não sei pq, mas tive q parar ontem pra trocar um papo com vc.
- Prisioneiro: Ok, mas podia ter avisado. Acho meio chato isso, ainda mais quando a outra pessoa me interessa...
- Bancário: Quer dizer q eu te interessei?
- Prisioneiro: Sim, bastante.
- Bancário: Vc tb me interessou. Sei q não agi certo... Eu e ele estamos juntos há duas semanas. Vc quer conversar no meu apê?

PAUSA PARA PONDERAÇÃO: É claro q eu tava afim de bjar ele. Sabia q se rolasse de ir para o ap. dele ia rolar bjo e tb sei q isso não é a coisa mais bacana (por conta do outro garoto). Sei disso tudo.

- Prisioneiro: Ok, vamos lá. Não curto muito ficar conversando na rua.
Caminhamos por uns 7 minutos (e ele fuma + 1 cigarro).
Conversa q rende.
Eu me encanto pelos olhos castanhos dele.

Chegamos no ap.
Conversamos um pouco. Ele segura na minha mão e me bja.
Não sei se foi pelo fato de não bjar faz tempo, mas achei o bjo dele maravilhoso.
Nos bjamos mais.
Vamos para o quarto. Mas não transamos.
Parece besteira, mas acharia sacanagem ao extremo trepar com o cara. Na verdade, msmo q fosse solteiro não rolaria.
Não acharia interessante, pq tb não é o q quero. Quero algo mais 'profundo' (???).
Mas acharia sacanagem fazer isso com o outro.

Nos bjamos (muitas vezes), nos tocamos, fiz massagem, toque nos pés, corpo a corpo...
Ele me deu tapinhas (eu nunca curti, mas a pele bateu tanto q gostei)...
Não rolou sexo oral ou penetração.

Paramos depois de um tempo.
Deito no colo dele.
Conversamos.
Ele deita no meu.
Conversamos.

Ele pede para transarmos, mas explico q não rolaria.
Nos bjamos.
Ele lamenta não termos nos conhecido antes. Eu tb lamento.

Vamos pra sala, mas logo estamos nos bjando no quarto novamente.

Resolvo ir embora.
Abraços, bjos e bjos no elevador.

E agora tô no MSN com ele.
Aonde isso vai parar?
Eu quero muito, mas acho q o mais correto é esperar as resoluções dele... Prometemos ser amigos, pq ele é bacana e tal, mas e aí...

Deixando claro: Sei q escrevi esse texto correndo, então é possível q algo esteja estranho.
Rs. Qualquer coisa arrumo depois.

Bjos!

30 comentários:

  1. ora, ele tá de rolo, pode terminar com o carinha e investir em vc. pq não? mas vc fez bem em não fazer sexo, não devia ter ido ap dele, mas pelo menos não fez sexo, mas o q eu mais gostei foi o fato de vc dessa vez ter dado seu telefone, mto bem, tow gostando de ver...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foxx: lembrei de vc quando dei o fone.
      Então, nem sei se pode rolar dele terminar, claro q eu curtiria ficar com ele, mas acho complicado ficar 'gorando' a ficada/namoro dele.
      Meio q o tempo dirá.
      Eu acho q eu não devia ter ido pro Ap. dele. De verdade, mas eu confesso q amei o bjo dele e acho q teria tudo pra dar certo se ele não estivesse com outra pessoa... Sei lá.

      Bom, deixei claro q ão rola mais nada enquanto ele estiver com o outro.
      Mas combinamos de sermos amigos. Acho isso válido.
      Mas confesso q tenho q me controlar para não ficar desejando q ele termine algo q tá no começo, né?

      Um bjo!

      Excluir
    2. assim: ele tá de rolo ou de namoro?

      Excluir
    3. Foxx: Ele disse primeiro q era um rolo, q tava conhecendo.
      Depois disse q era namoro.
      Depois reafirmou q tava conhecendo. Que era um rolo q tava vendo pra onde ia.

      Ele contou q eles se conheceram, ficaram e aí estavam ficando desde então.
      Entendeu?

      Excluir
  2. Gente, eu devo ser de outro planeta! Eu devo ter algum problema! E nem sei se psicólogo vai dar jeito ou terei mesmo que procurar um psiquiatra, affe! Que rapidez! Vou acabar com meu estoque de pontos de exclamação! Aí o sr. Foxx fazendo fé que o carinha termine com o outro! O problema sou eu, sem dúvida...

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cesinha: não entendi tua postagem.
      Como assim q rapidez?

      Um bjo curioso.

      Excluir
    2. Meu lindo, o que você não entendeu? Eu apenas disse que uma história dessas jamais aconteceria comigo. Pelo visto isso é padrão... então eu sou fora do padrão. Podem me malhar, podem dizer que sou retrogrado, aceito tudo na boa. Mas não é meu estilo, entende? Nada contra, apenas não é assim que funciono. Daí a minha exclamação da "rapidez".

      Beijão.

      Excluir
    3. Cesinha: entendi +-. Rs.
      É q na 1 leitura ficou um pouco confuso e tal.

      Bjão.

      Excluir
  3. Deixe claro que se ele quiser algo com você que termine co m o outro, afinal não é nenhum relacionamento de anos e sim de apenas duas semanas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo,
      Obrigado pela visita! =)

      Eu pensei nisso tb, mas sei lá...
      Acho q o q tiver q ser vai ser, né?
      Um bjo.

      Excluir
  4. Sinceramente acho tudo isso meio ridículo... não, ficou errado, não é o texto, o que acho ridículo é o cara falar que conhece alguém a duas semanas e que está com esta pessoa e já faz o que fez... Se faz em duas semanas, o que não faz em mais... e ainda tem coragem de falar que gostaria de ter conhecido vc antes...

    perae, o cara conheceu o outro a DUAS SEMANAS, não está casado, tem uma história e mil coisas que gostaria de preservar com o outro. Deveria falar é que estava a fim de te conhecer e que não rolaria mais com o outro.

    Eu não acho que vc deve esperar não, este cara não vale nada! Pelo menos esta é a impressão que tive pelo seu texto.


    Só discordo totalmente do FOXX, mas isso vc já deve imaginar pelo meu blog né... se fosse eu com toda certeza eu teria ido para o ap. do cara e teria transado. Quero algo mais profundo, mas sou gay e acho mesmo que gays transam primeiro para depois se conhecerem, se apaixonarem e tudo mais, até pq se não for comigo (ou com vc, enfim...) vai ser com qlqr outro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Otávio, então, eu não conseguiria transar com ele pq acharia meio sacanagem. Sei lá.
      Aliás: vou fazer o post explicando pq fiquei esse tempo todo sem fazer nada. E se for ver bem: permaneci sem fazer, né?

      Então, pelo q ele contou eles não estão bem namorando, mas ficando, saca?
      Ele contou como rolou com o moço e parece q rolou um pega e aí eles estavam se conhecendo melhor.

      Eu acho q eu tenho karma pra gente comprometida.
      Sério. Sei lá.
      As vezes o problema sou eu...

      Um bjão e obrigado.

      Excluir
    2. acho que isto de karma pra gente comprometida vale o que falei no post do menage a trois que eu fiz, querido, vale tudo, domine que vc será o escolhido, se você quer e gosta vá a luta, não fique chupando dedo e se fazendo de coitado.

      É assim que funciona.

      Ai, to tão cheio de dicas hj.. rs

      Excluir
  5. Olha.. Eu to tão espantado com tudo que sinceramente acho que vou fazer um post sobre o assunto em vez de responder....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gato: como assim?
      Fiz algo de muito errado?

      Um bjo.

      Excluir
    2. Meu amor vc está certíssimo.. Não fez nada demais... Tava a fim de dar uns beijos no cara, num dava pra ser na pracinha, foi como rolou, foi onde deu.. Fez na medida em que quis pra se sentir a vontade com a situação e consigo mesmo... Agora é ficar ligado e ver onde que vai dar.. Te acho um lindo!!!

      Excluir
    3. Mas óh.. Fica de olho mesmo, pk como eu disse.. Pode ser até que não, mas q ele tem pinta de canalha isso tem.. Ahhhhh tem!!!

      Excluir
    4. =)

      E vc sabe: Eu fico sempre com medo de conversar algo mais íntimo na rua.
      Já ouvi e li casos de gays agredidos pq um homofóbico ouviu algo e resolver surrar o cara.
      =/
      Tenho pavor. Enfim...

      Muito obrigado. ;)

      Excluir
  6. Li o texto e os coments ... acho q todo mundo anda complicando muito a vida ... qual o problema de se conhecer alguém, de se falar com ela, de se ir ao apartamento dela, de se transar ou não?

    O fato dele estar ficando com alguém há duas semanas diz alguma coisa? não entendo ... isto não traduz nenhum relacionamento ainda ... ele pelo menos te falou ... poderia ter ficado calado e vc nunca iria saber ... qtos fazem isto?

    Gostar de alguém, amar alguém, construir um relacionamento com alguém vai começar nos moldes dos relacionamentos héteros da década de 30? Me poupe! De onde tiraram q gay trepa primeiro para depois relacionar? O héteros por acaso são diferentes hoje em dia? Imagina ... Sexo é algo mais q natural, não entendo com em pleno século XXI ainda lidam com isto como tabu, algo pecaminoso, algo sujo, q tem q se impor este e aquele limite para se praticá-lo ... Como vc vai realmente conhecer alguém sem conhecer a sua intimidade? Não entendo isto ... acho tudo isto uma tremenda hipocrisia de uns ou um sonhar acordado de outros q passam a vida achando q um príncipe encantado vai chegar em sua vida em um cavalo branco e levá-lo para o paraíso da eterna felicidade ...

    Olhe q eu sou um cara da década de 50, q enfrentou uma sociedade bem diferente e bem mais conservadora q há de hoje, um cara q foi criado com valores muito mais retrógrados q os de hoje ... e nem por isto deixei de ver e encontrar o meu caminho ... transei sim qdo jovem, transei com meu namorado no primeiro encontro, casei com ele e com ele estou a quase 38 anos e com ele vou assinar a união estável ainda este mês ... acordem para a vida "Alices" ...

    Querido, desculpe o desabafo e se fui de alguma forma inconveniente ou ofensivo ...

    bjãO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brztz e Cores: blza?
      Não foram inconvenientes não.

      Brigado pela postagem.

      Excluir
  7. Olá! Mais uma "princesa" comentando por aqui, espero que não leve pro lado pessoal! É apenas minha opinião!

    Eu, sinceramente, no momento que o cara virasse pra mim e falasse "estou de rolo com um cara", já teria pausado a fita, e pedido (muito mais) explicações. Primeiro contato, e o cara ainda se confunde entre "rolo" e namoro? Pra mim, tem coisa errada. E se na verdade, esse "rolo" dura anos? E se na verdade, o cara é casado (com homem, ou mulher, não importa)? Eu não sei, mas independente dos casos, isso pra mim tem nome: traição.

    De fato a vida não precisava ser tão complicada, mas estar no século XXI não significa tratar as pessoas como objetos, e pior, objetos de prazer. Transar é bom, é maravilhoso, mas fazer a vida girar em torno disso, realmente é necessário? Nós gays (héteros também), pra conhecer alguém, pra fazermos amizades, precisamos MESMO ir pra cama primeiro? É tipo test drive de carro?

    Voltando ao bancário, tem outra... bate na madeira, mas já pensou se o cara, ao te levar pro apto, te desse uma "surpresa"? São vários os casos de sedutores ladrões, e pior, gente que em grupo pratica estupro. Paranóia minha? Pode até ser, mas acontece sim, basta abrir o jornal. Essa, infelizmente, é a vida real.

    Em resumo, eu, simplesmente, teria agradecido a companhia dele e voltado pra casa. Continuaria falando com ele por telefone, por MSN, por carta, sei lá, até ter certezas e plena confiança. Tá tudo resolvido, tudo concluído? Ok, podemos partir pra intimidade.

    Isso é viver na fantasia, no conto de fadas? Pode ser. Mas prefiro morrer sozinho com esse pensamento, a ter que virar uma pessoa promíscua.

    Desculpe qualquer coisa, cara!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Meu Deus! Que coisa boa! Viu o que você fez, meu “prisioneiro” preferido? (rsrsrs). Essa discussão é mais que saudável! Um brinde a isso! E todos, sem exceção alguma, estão cobertos de razão!

    Beijão, meu amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucas: obrigado pela postagem.
      ;)

      E acho q a discussão é boa tb.

      Excluir
  9. Hum... não sei não! Será que ele se vai resolver com o outro rapaz? É que andar com um e beijar outro é muito mau... para o outro rapaz claro! Acho que fizeste muito bem em não ''transar'' com ele... :p Deixa a dúvida no ar e assim de qualquer forma tem tempo de resolver as coisas com o outro se ele quiser. Se não quiser... é porque realmente não é boa pessoa :) Cuida-te prisioneiro. um abc

    ResponderExcluir
  10. Eu sou do clube dos que iria, treparia e ficaria de boa na maioria das situações.

    Já neguei de ficar com pessoas casadas e para outras aceitei. Qual o critério? Acho que tem gente que aparenta ter mais ou menos consciência do que está fazendo a si mesmo ao outro...

    Acima de tudo, penso que a maior responsabilidade, ao meu ver, é da pessoa que tem o compromisso, não? Se ela não está nem phodendo pra isso, eu vou pirar com questões alheias? Neste caso, eu não estou "estragando" relacionamento de ninguém, visto que a própria pessoa não acha que uma coisa (sexo) se misture com a outra (amor). Ou realmente pode ser o caso em que o cara só esteja empurrando com a barriga o relacionamento. Nessas duas condições, eu estou realmente "estragando" o que já está fadado ao fracasso?? Sei não...

    Existe o caso em que a pessoa demonstra estar confusa (sentimentalmente falando) e daí a influência externa conta muito mais, não é??

    Enfim, achei sua postura super acertada.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  11. Uma coisa é prazer, sexo; outra é amor, que eu não acredito que o haja à primeira vista.
    Se tu gostaste do sujeito, tudo bem, ele até foi sincero, disse que conhecia outra pessoa e tu foste ao apartamento dele porque isso te deu prazer, seja o que for que tivesse havido. Agora fazer disso um romance acho errado, pois ele já demonstrou que é muito pouco seguro: gosta de sexo e é tudo.
    Tu é que sabes o que queres com ele, mas amor não vai dar, estou certo.

    ResponderExcluir